Nosso Deus recém-nasceu!

navidad-van-g

Por Luiz Carlos Ramos

Brasil

Lucas 1.1-20

Van Gogh pintava estrelas. Dizem que seu quadro chamado “Noite estrelada” marcou a mudança definitiva do estilo do pintor. Rompe com o impressionismo e adota, a partir de então, um estilo próprio, no qual prevalecem fortes cores primárias, como o vermelho, o azul e o amarelo, repletos de significados muito particulares para o artista. Dizem ainda que o tal quadro foi pintado de memória, quando Van Gogh estava internado num asilo.

Quem compara uma foto das estrelas tirada com altíssima definição pelo telescópio espacial Hubble, verá pouca semelhança entre as estrelas de Van Gogh e as estrelas “de verdade”.

No entanto, não há notícias de que uma única foto tirada pelo Hubble tenha sido alguma vez vendida por milhões de dólares, ainda que para serem produzidas tenham, sim, custado muitos milhões de dólares.

Os que procuram relatos fotojornalísticos nas histórias do Natal estão fadados ao desapontamento. Os retratos evangélicos não advogam fidelidade jornalística.

Quem se apega à historicidade dessas narrativas se mete em um labirinto de frustrações:

navidad-van-i

Quirino (ou Cirênio) seria de fato o governador da Síria na época aprazada? E o tal recenseamento, aconteceu desse jeito? Em que ano, afinal, terá nascido Jesus? E o massacre dos inocentes, decretado por Herodes, aconteceu mesmo? E que história é essa de que Maria era virgem e ainda continuou assim depois de dar à luz?

Onde estão as provas ginecológicas, históricas e arqueológicas de tudo isso?

A diferença entre um registro fotojornalístico e um artístico é o mesmo que se percebe entre uma foto que ilustra uma manchete, na capa de um jornal, e um quadro de Van Gogh, exposto numa galeria de arte.

ev-an-gogh-arbol-mora

Os evangelistas pintaram a história do Natal com as tintas da saudade, que têm as cores primárias da fé, da esperança e do amor. Por isso sua narrativa tem valor infinitamente maior do que qualquer relato jornalístico. Como Van Gogh, os evangelistas inauguraram uma nova modalidade literária, e Literatura é a Arte da Palavra. EVANGELHO vem do grego eu+aggelion, isto é, bom/belo+informação/novidade/notícia. Tratam-se, portanto, das novidades sobre o bom e o belo.

Os relatos evangélicos do Natal superam em tudo os livros de História e as páginas dos jornais.

A grande novidade sobre o bom e o belo do Natal é que Deus visita a humanidade na humildade de uma poetazinha que, ao ver sua barriga se arredondando, passa a compor cânticos p(r)o(f)éticos, ao mesmo tempo que sente no ventre os ponta-pezinhos vigorosos da esperança. Grandes reis e governadores do mundo são derrotados pelo poder irresistível de um bebezinho que, indefeso, dorme num berço de palha. A suntuosidade dos palácios não consegue competir com o glamour que toma conta do curral. Cuidadores de cabras são despertados no meio da noite pelo coro dos mensageiros do céu, que entoam radiantes suas serenatas de paz. As estrelas brilham tão intensamente que unem, com uma ponte de luz, o Oriente e o Ocidente. Dançando os sinos proclamam:

Natal!

Natal, Natal! É Natal!

O Deus bebê, Emanuel,

Recém-nasceu, sim, desceu do céu!

Natal, Natal! É Natal! Natal, Natal!

!

Notícias de jornal a gente lê e joga fora. Diferentes das pinturas de Van Gogh, que a gente não enjoa nunca de contemplar e, à medida que o tempo passa, seu valor só aumenta, a ponto de se tornar incalculável. Contos fundamentalistas de Natal são histórias pra boi dormir, mas as boas-novas sobre o bom e o belo —do Poema que se fez corpo e habitou entre nós cheio de ternura e de bondade, da luz que vinda ao mundo ilumina a toda a humanidade—, estas, sim, nos fazem ficar acordados no meio da noite para podermos contemplar, sempre de novo, e com a mesma saudade, a História de todas as histórias, pintadas com as tintas da fé, da esperança e do amor.

Feliz Natal!

Nosso Deus recém-nasc (PE)

http://www.luizcarlosramos.net/nosso-deus-recem-nasceu/

Enviado por Prof. Sérgio Marcus Pinto Lopes

Imágenes Van Gogh

 SN 475/16

Anuncios

Responder

Por favor, inicia sesión con uno de estos métodos para publicar tu comentario:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Cerrar sesión / Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Cerrar sesión / Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Cerrar sesión / Cambiar )

Google+ photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google+. Cerrar sesión / Cambiar )

Conectando a %s